30/09/2013

Refrigerantes de cola e energéticos fazem o cérebro de crianças e jovens crescer mais devagar

Pesquisa mostra que cafeína destas bebidas pode causar até doenças como a esquizofrenia

1- Bebidas feitas à base de cafeína, como os refrigerantes e energéticos, podem estar impedindo o cérebro das crianças e jovens de se desenvolver normalmente. Ao menos é isso que defende uma pesquisa publicada pelo jornal britânico Daily Mail.
2- Os cientistas acreditam que o dano é causado porque a cafeína impede o sono profundo, especialmente durante a adolescência.

 
E é justamente neste período que podem ter início doenças como esquizofrenia, ansiedade, dependência de drogas e desvios de personalidade. Os pesquisadores, que utilizaram ratos de laboratório, dizem que a descoberta é preocupante, já que crianças e jovens consomem cada vez mais a cafeína presente nos refrigerantes de cola e drinques energéticos.
3- Em relação à quantidade, a pesquisa alerta que 300 mg de cafeína — o que equivale a três xícaras de café — já podem fazer a diferença. Uma lata da bebida energética mais popular do mercado, por sua vez, contém 80 mg
4- “Presume-se que a otimização das sinapses ocorra durante o sono profundo. Os ratos a quem foi administrada água com cafeína tiveram períodos de sono profundo mais escassos do que os a quem foi dada água pura”, conta o professor Reto Huber, do University Children’s Hospital de Zurique, na Suíça
5- Segundo divulgou a pesquisa, o consume de cafeína entre crianças e jovens cresceu mais de 70% nos últimos 30 anos

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário