10/11/2013

São 38 imagens mais triste e impactantes já feitas, confiram..





Se você se abala facilmente, é melhor pensar duas vezes: veja as dez fotos mais tristes da história

Reza a lenda que uma imagem vale por mil palavras, que ela consegue levar um impacto real e consegue ecoar na nossa mente.
Pensando nisto, resolvi vir compartilhar com vocês algumas imagens que conseguiram mexer comigo nos extremos, desde a felicidade e até uma certa tristeza e por tabela ter uma reflexão acerca das nossas atitudes, formas de pensar e como o mundo é tão grande e capaz de várias coisas, sejam elas boas ou ruins (infelizmente).
Diferente do que já trouxe para vocês, são algumas imagens bonitas e que passam uma sensação boa, e outras são bem fortes. Mas acredito que, assim como aconteceu comigo, vocês possam refletir e levar uma boa reflexão.

1 – Garoto faminto e missionário na África


2 – Dentro de uma câmara de gás de Auschwitz


3 – Cirurgião cardíaco depois de 23 horas de duração (com sucesso) transplante de coração. Seu assistente está dormindo no canto.


4 – Pai e filho (1949 – 2009)


5 – Diego Frazão Torquato tocando violino no funeral do seu professor.
O professor foi responsável por tirar crianças da violência por meio da
música no Rio de Janeiro.


6 – Um soldado russo tocando um piano abandonado na Chechênia em 1994


7 – Rapaz acaba de descobrir que seu irmão está morto.


8 – Cristãos protegendo muçulmanos durante oração em meio às revoltas de 2011 no Cairo, Egito.



9 – Bombeiro dá água a um Koala durante os devastadores incêndios florestais na Austrália, em 2009.


10 – A mãe Terri Gurrola se reencontra com sua filha depois de servir no Iraque por 7 meses.


11 – Moradores de rua esperando para receber comida de graça distribuídos fora de uma mesquita antes de Eid al-Fitr, em Nova Delhi, na Índia.


12 – Zanjeer, o cão salvou milhares de vidas durante Mumbai explosões em série em
Março de 1993 por meio da detecção de mais de 3.329 kg do explosivo RDX, 600 detonadores,
249 granadas e 6.406 cartuchos de munição. Ele foi enterrado com todas as honras em 2000.


13 – Homem salta do World Trade Center para escapar das chamas durante atentado do 11 de setembro.



14 – Filho tentando levar pai alcolotra para casa.


15 – Casal abraçado em escombros de fábrica que desabou.


16 – Pôr do sol em Marte


17 – Garoto cigano de cinco anos fumando na festa de véspera de ano novo na comunidade
cigana de St. Jacques, Perpignan, sul da França. É bastante comum em St. Jacques para os meninos a fumar.


18 – Hhaing O Yu de 29 anos chorando ao ver a destruição causada pelo ciclone que atingiu Myanmar em 2008.



19 – Cachorro de nome Leão espera dono após dois dias enchentes no Rio de Janeiro em 2011.


20 – Filho corre para cumprimentar o pai antes de ir para a Segunda Guerra Mundial.



21 – Russo encontra tanque no qual pilotou na Segunda Guerra Mundial.



22 – O poder de uma flor.



23 – Mulher chora no meio da cidade destruída após terremoto e tsunami que devastou a cidade de Natori, em março de 2011 no Japão.


24 – Construção que une casal protestante e católico, Holanda, 1888.


25 – Dono encontra seu cão depois de tornado que destruiu o Alabama em março de 2012, no EUA.



26 – Demonstração do uso do preservativo em um mercado público em Jayapura, capital da Papua, 2009


27 – Russos se preparando para a batalha de Kursk, julho de 1943.


28 – Homem salva filhotes de gato durante uma enchente que assolou a Índia em 2011.


29 – Afegão oferece chá para soldado americano.


30 – Alguns pais, provavelmente agora em seus 70 anos, ainda à procura da sua filha desaparecida.

Para se chegar ao resultado fiz uma compilação de reportagens e listas publicadas por jornais, revistas, sites especializados em fotografia, fotojornalismo e história. O objetivo da pesquisa era identificar quais eram as 10 fotografias mais tristes de todos os tempos. Participaram do levantamento as publicações: “Life”, “The Guardian”, “Der Spiegel”, “Telegraph”, “El Universal”, “The Pulitzer Prizes”, “Day Life”, “World’s Famous Photos”, “Life”, “Digital History”, “Listverse”, “Jornal Opção”, “Al Fotto”, “National Geographic” e “World Press Photo”. Obviamente que listas são sempre são incompletas. Sabe-se que, como a percepção, a opinião — que foi a base da pesquisa —, é algo individual.
Entretanto, as 10 fotografias selecionadas, se não são unanimidades no meio jornalístico e fotográfico (e possivelmente não serão entre os leitores), são referências incontestes de alguns dos momentos mais cruéis da história. Eis, em ordem classificatória, as 10 fotografias selecionadas baseadas nas publicações pesquisadas.

31- Omayra Sanchez (1985)

A fotografia mostra Omayra Sanchez, uma menina de 13 anos que ficou presa em entulhos deixados pelo deslizamento causado pela erupção do vulcão Nevado del Ruiz, que arrasou com o povoado de Armero, Colômbia, em 1985. Os socorristas não conseguiram resgatá-la. Ela morreu cerca de 60 horas depois de ficar presa. A fotografia ganhou o World Press Photo de 1985 e se tornou uma mais comoventes da história. Fotografia: Frank Fournier


32- Biafra(1969)

A Guerra Civil da Nigéria ou Guerra do Biafra matou mais de um milhão de pessoas entre 1967 e 1970, principalmente de fome. Milhares de crianças foram acometidas de Kwashiorkor, patologia resultante da ingestão insuficiente de proteínas. O fotógrafo de guerra Don McCullin foi o primeiro a chamar a atenção para a tragédia. Fotografia: Don McCullin


33- Phan Thi Kim Phúc (1972)

Ganhadora do Prêmio Pulitzer em 1973 e a mais famosa fotografia de guerra de todos os tempos. Kim Phuc (a garotinha nua) corre ao longo de uma estrada perto de Trang Bang, no sul do Vietnã, após um ataque aéreo com napalm. Para sobreviver, Kim arrancou a roupa em chamas do corpo. Fotografia: Nick Ut


34- Execution of a Viet Cong Guerrilla (1968)

Ganhadora do prêmio Pulitzer, a fotografia mostra Nguyen Ngoc Loan, chefe da polícia sul-vietnamita, disparando sua pistola contra a cabeça de Nguyen Van Lem, oficial Vietcong, em Saigon. Embora chocante, a fotografia não conta toda a história. O homem assassinado havia matado uma família.Fotografia: Eddie Adams


35- A fome no Sudão (1993)


Fotografia publicada em março de 1993 no “New York Times” e responsável pela ascensão de Kevin Carter como fotógrafo. Em 1994, Kevin ganhou o Prêmio Pulitzer de Fotografia. Embora a fotografia seja impactante, o abutre não estava tão próximo do menino como a fotografia sugere — fato que continua causando controvérsias entre jornalistas e fotógrafos. O garoto da foto chamava-se Kong Nyong e sobreviveu ao abutre, morreu em 2007. Kevin Carter, o fotógrafo, se matou em 1994. Fotografia: Kevin Carter


36- Hiroshima (1945)

A fotografia mostra o primeiro bombardeio atômico da história. Em 6 de agosto de 1945, a cidade de Hiroshima foi devastada pela bomba atômica de fissão denominada Little Boy, lançada pelo governo dos Estados Unidos, resultando em 258 mil mortos e feridos. Fotografia: George William Marquardt (piloto do avião)


37- Racismo nos Estados Unidos (1950)

A fotografia, que causou indignação em todo o mundo, mostra bebedouros separados para brancos e negros, na Carolina do Norte, Estados Unidos. Até a década de 1950, os afro-americanos não tinham direito a voto, eram segregados socialmente e compunham a parcela mais pobre da população norte-americana. Fotografia: Elliott Erwitt


38- Mãe migrante (1936)

Um ícone da Grande De­pressão e uma das fotos mais famosas dos Estados Unidos. Florence Owens Thompson, 32 anos, desolada por não ter comida para alimentar os filhos. Jornalistas americanos passaram décadas tentando localizar a mãe e seus sete filhos. No final dos anos 1970 ela foi encontrada, não prosperara muito. Vivia em um trailer. Fotografia: Dorothea Lange

Imagens fortes, não é? E vocês, o que sentiram quando viram cada uma delas? Acham que faltam algumas imagens nesta lista?

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário