26/08/2013

Econômia

Educação e alimentação pesam no orçamento semanal das famílias




Índice de preço ao consumidor avança na terceira semana deste mês

O IPC-S (Índice de Preço ao Consumidor Semanal) da terceira semana de agosto registrou alta de 0,16%, 0,11 ponto percentual acima da taxa apresentada na última divulgação.
Os dados divulgados nesta sexta-feira (23) pela FGV (Fundação Getulio Vargas) mostram que seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação.
A principal contribuição para o avanço da taxa do índice partiu do grupo alimentação (-0,08% para 0,03%). Nesta classe de despesa, vale destacar o comportamento do item frutas, cuja taxa passou de -3,83% para -2%.
Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos:
Vestuário (-0,68% para -0,21%);
Transportes (-0,25% para -0,10%);
Educação, Leitura e Recreação (0,32% para 0,51%);
Habitação (0,30% para 0,33%); e
Saúde e Cuidados Pessoais (0,38% para 0,43%).
Para cada uma destas classes de despesa, vale citar o comportamento dos itens: roupas (-1,25% para -0,58%), tarifa de ônibus urbano (-0,81% para 0,03%), passagem aérea (-1,35% para 6,36%), tarifa de eletricidade residencial (0,04% para 0,38%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (0,47% para 0,75%), respectivamente.
Em contrapartida, apenas o grupo despesas diversas (0,19% para 0,11%) apresentou decréscimo em sua taxa de variação. Nesta classe de despesa, destaca-se o item serviço religioso e funerário, cuja taxa passou de 0,68% para 0,24%.
O grupo comunicação repetiu a taxa de variação registrada na última apuração, 0,11%. As principais influências em sentido ascendente e descendente foram: pacotes de telefonia fixa e internet (-0,40% para -0,27%) e mensalidade para internet (-0,22% para -0,49%), respectivamente.

Fonte http://noticias.r7.com/economia/educacao-e-alimentacao-pesam-no-orcamento-semanal-das-familias-23082013

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário