06/09/2013

Alimentos afrodisíacos: morango, abacate e amêndoas aumentam o apetite sexual

 
Considerados afrodisíacos, há alguns alimentos básicos que podem aumentar o apetite sexual e ajudar a melhorar a vida íntima do casal. O morango, o abacate e a soja, por exemplo, foram listados recentemente pela revista de saúde americana Health "como poderosos". Para comemorar o Dia do Sexo nesta sexta-feira (6), o R7 ouviu a sexóloga da da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) Carolina Ambrogini para saber quais são e entender o que está por trás destes alimentos. Veja!

Segundo a publicação, o morango é um dos alimentos que pode aumentar a produção de esperma no homem. A fruta é rico em vitamina C, que, juntamente com antioxidantes ajudam a circulação do sangue


A revista ainda aponta que as amêndoas podem ajudar com problemas de fertilidade, aumentar os hormônios tanto masculinos como femininos e ainda dar fluxo de sangue que é importante para os órgãos sexuais


A melancia também é um dos alimentos que aumenta o libido, de acordo com a Health. A pesquisa Texas A & E, citada pela publicação, afirma que os nutrientes encontrados na fruta podem ajudar a relaxar os vasos sanguíneos acelerando o desejo sexual

O abacate também é citado como uma fonte de substâncias antioxidantes, potássio e vitamina B6, que podem prevenir ou retardar doenças do coração. De acordo com a Health, o que ajudar na saúde do coração e na circulação do sangue, ajuda a vida sexual

Já as batatas doces são citadas como alimentos ricos em potássio, que ajuda a combater a pressão alta, o que está associado a um menor risco de disfunção erétil

O zinco presente na soja também faz bem para a saúde sexual. De acordo com a Health, ele pode ajudar na produção de testosterona no homem. As ostras e a semente de gergelim também são opções para substituir a soja

Apesar de a publicação americana listar os alimentos que ajudam na saúde sexual, a sexóloga da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) Carolina Ambrogini afirma que o "aumento do apetite" não está ligado ao alimento, mas sim ao psicológico da pessoa que consome o produto.

— Não há nada comprovado cientificamente de que determinado alimento tem este tipo de poder. O que acontece é que muitas vezes a pessoa come determinados alimentos pensando nisso e acaba entrando no clima. E isso é que ajuda muito na relação sexual

Apesar de dizer que não há comprovações científicas da ligação entre os alimentos e a melhora sexual, a especialista dá uma dica aos amantes da bebida alcóolica.

— Dependendo da quantidade que é ingerida, com certeza fica difícil manter uma relação sexual, principalmente pelo o fato de dificultar a ereção do homem. Na publicação, as batatas doces são citadas como alimentos ricos em potássio, que ajuda a combate a pressão alta, o que está associado a um maior risco de disfunção erétil



Reações:

0 comentários:

Postar um comentário