28/09/2013

Você usaria? Empresa vende suplemento alimentar feito de placenta e garante que faz bem à saúde

Pílulas teriam vitaminas, minerais e hormônios essenciais para todas as pessoas
 
Algumas famílias acreditam que a placenta – órgão que só existe durante a gestação e serve para “guardar” o bebê – tem propriedades nutricionais importantes e, por isso, entendem que comê-la depois do parto pode ser uma boa ideia.
Agora, uma empresa americana aproveitou a nova “moda” e lançou pílulas feitas de placenta, que prometem regular os hormônios, reduzir a depressão e curar muitas outras doenças
A PlacentaWise, em Utah, pega as placentas das mães que acabaram de dar à luz e transformam os órgãos em suplementos alimentares.

 
“Não é estranho, bizarro nem nojento, é apenas ciência”, diz o slogan da empresa
Segundo eles, as pílulas de placenta são cheias de nutrientes e hormônios essenciais, como o estrogênio e a testosterona, ferro, cortisona, hemoglobina e muitos outros componentes
“É muito, muito raro que as pessoas comam suas próprias placentas ou as de outras pessoas”, diz Claire Friars, parteira inglesa, que trabalha na Tommy's Baby Charity
— É um tabu, e com certeza as parteiras se surpreenderiam ao ouvir um pedido como este de uma mãe, de comer a própria placenta, mas é fato que isso existe. Algumas pessoas acreditam que, como a placenta oferece vitaminas e minerais ao bebê durante a gestação, poderia também fazer a mesma coisa pelos adultos, mas não há evidências de que isso seja verdade

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário